Detectores eletrostáticos.



Material necessário.

 

ü     copinhos de plásticos;

ü     cartolina;

ü     papel alumínio;

ü     canudinhos;

ü     gesso (em pó);

ü     estilete;

ü     tesoura;

ü     régua;

ü     papel higiênico;

ü     cola;

ü     papel de seda;

ü     linha de seda;

ü     clipe de pasta.

ü     alfinete.

 

A base de apoio

 

·        No fundo do copinho faça um corte pequeno em cruz, através deste passe o clipe de pasta até a metade do seu comprimento;

·        Coloque agora o gesso, vá adicionando água ate dissolver (o ponto ideal e aquele em que o gesso fica pastoso sem empedrar);

·        Deixe o conjunto secar, o clipe de pasta deve ficar bem reto.

Ver figura.

 

 

 

Eletroscópio retangular.

 

·        Corte um retângulo de aproximadamente 10 x 5 cm;

·        Coloque (forrando) um lado desse retângulo com papel laminado;

·        No lado oposto ao lado do papel laminado, fixe um canudo de plástico;

·        No lado do papel laminado, cole um filete de papel de seda (apenas uma ponta);

·        Introduza a parte inferior do canudo no clipe de pasta da base.

Ver figura

 

 

 

Pêndulo eletrostático

 

 

·        Fixe um canudo em forma de L na base.

·        Na extremidade mais curta do L prenda, coloque um pedaço de fio de seda;

·        Faça um pequeno círculo de papel laminado e prenda no fio de seda;

Ver figura

 

 

Procedimento para o pêndulo eletrostático:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eletroscópio em forma de pêra.

 

·        Corte um pedaço de cartolina em forma de pêra;

·        Forre-o com papel laminado (apenas um dos lados);

·        Prenda a pêra no canudo;

·        Cole dois filetes de papel de seda na pêra, veja a figura:

·        Fixe o conjunto numa base;

Veja a figura.

 

  1.  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Detector de campos elétricos.

 

·        Corte um pedaço pequeno de canudo, e nele cole uma pequena seta,feita de cartolina, veja a figura.

·        Repita os passos do pêndulo eletrostático exceto que em vez do círculo de papel laminado, cole a seta com o canudo.

Veja a figura.

 

 

 

 

Procedimentos para os demais.

 

·        Esfregue o bastão num pedaço de papel higiênico e aproxime de cada eletroscópio, um por vez, sem tocar no mesmo. Observe o comportamento em cada dispositivo.

·        No eletroscópio retangular o que ocorre com o filete de papel de seda quando se aproxima o canudinho eletrizado?

·        Usando o pêndulo eletrostático o que se observa com a bolinha quando o bastão é aproximado e/ou afastado dela? Com isso o que se pode dizer em relação às cargas envolvidas?

·        Repita o primeiro procedimento mas ainda na presença do canudinho carregado toque com o dedo (seja rápido no toque) na placa do eletroscópio retangular. O que se observa?

·        Repita todo os itens anteriores usando o eletroscópio em forma de gota.

·        Qual a influência da ponta nesse eletroscópio?

 

 

O pára-raio da igrejinha

 

·        Ao fazer esse mesmo procedimento perto do pára-raio da igrejinha a mesma distância que a do eletroscópio, verificaremos que o ponteiro também se elevará, mas ao contrário do que ocorre com o eletroscópio, ela ocorrerá de maneira mais rápida e com maior intensidade.