Bobina girante

 

 

Materiais.

 

 

Montagem.

 

Siga o molde da figura a seguir.

 

Procedimento.

 

Para fazer a bobina você precisa de aproximadamente 1m de fio esmaltado de cobre número 24 ou 26. Faça uma bobina plana cujo diâmetro permita que ela gire dentro da armação dos imãs (você pode enrola-la num suporte de papel toalha ou num suporte de papel higiênico, por exemplo). Para os terminais da bobina, faça dois eixos, que serão apoiados no suporte, em torno dos quais ela vai girar. Coloque a espira no suporte e ajuste o seu formato de maneira que ela repouse horizontalmente em equilíbrio (é recomendável que a bobina fique em equilíbrio na posição horizontal nos suportes). Veja a figura acima.

Em seguida, retire a bobina e raspe muito bem com estilete a parte inferior do fio esmaltado que serve de eixo, de maneira que só haja contato entre ele e o suporte. A parte superior do eixo deve continuar esmaltada. Veja a figura a seguir.

 

 

 

A seguir, coloque a bobina no interior da armação com os imãs, veja a figura:

 

 

Caso tenha feito tudo certo até o momento, ao fechar o circuito a bobina deve começar a girar – você pode dar um pequeno impulso para iniciar o movimento.

Seria interessante usar pilhas alcalinas, pois o contato entre o eixo da bobina e os suportes não é bom, o que às vezes aumenta muito a resistência do circuito e dificulta o movimento da bobina.

Você saberia explicar o por que a bobina gira e por que o eixo é descascado dessa forma?

E se caso invertêssemos o eixo da bobina, o que aconteceria com o movimento de rotação da mesma?